21.8 C
Brasil
terça-feira, outubro 26, 2021
spot_imgspot_img
InícioBrasilTurismo do governo Bolsonaro ‘ressuscita’ mensaleiro

Turismo do governo Bolsonaro ‘ressuscita’ mensaleiro

O Diário Oficial da União de sexta-feira publicou um “Extrato de Inelegibilidade” que acabou ressuscitando um mensaleiro condenado no Supremo a partir do histórico relatório do então ministro Joaquim Barbosa. O extrato aparece assinado por Emerson Eloy Palmieri como diretor de administração e finanças da Embratur, cargo que ele deixou em 2005. A Embratur é uma empresa que foi extinta. O extrato faz referência à participação da Embratur no evento internacional Tur 2005.

Palmieri foi condenado no julgamento do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal, em 2012, a dois anos de prisão, pelo crime de corrupção passiva, mas a pena prescreveu. Ele foi condenado por receber dinheiro do esquema montado pelo publicitário Marcos Valério e repassar o dinheiro para parlamentares do PTB de Roberto Jefferson.

O Ministério do Turismo, a quem o atual Instituto Brasileiro de Turismo está subordinado, ainda não soube explicar por que um documento de 2005 foi publicado no Diário Oficial. O Instituto Brasileiro de Turismo ainda não retorno pedido de explicação sobre o extrato de inelegibilidade.

- Advertisment -spot_img

Recentes