19.5 C
Brasil
sexta-feira, maio 7, 2021
Início Justiça PGR diz que não há crime em fala de Bolsonaro vazada por...

PGR diz que não há crime em fala de Bolsonaro vazada por Kajuru

A PGR (Procuradoria Geral da República) afirmou, nesta 3ª feira (27.abr.2021), que não vê nenhum crime a ser investigado na fala do presidente Jair Bolsonaro vazada pelo senador Jorge Kajuru no começo de abril.

A manifestação foi enviada ao STF (Supremo Tribunal Federal), em notícia-crime protocolada pelos deputados David Miranda, Fernanda Melchionna, Sâmia Bomfim e Viviane Reis, todos do Psol. Eis a íntegra da manifestação (194 KB).

Com a manifestação de Aras, caberá ao ministro Nunes Marques definir se abrirá ou não o procedimento para investigar Bolsonaro e Kajuru. Apesar da manifestação da PGR, a decisão final fica a cargo do relator do caso.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Receba a newsletter do Poder360

Os congressistas argumentaram haver prática dos crimes de advocacia administrativa e corrupção ativa na fala de Bolsonaro. Na conversa com Kajuru, o presidente pede que a CPI da Covid no Senado investigue prefeitos e governadores e cobra a análise, pela Casa, de pedidos de impeachment contra ministros do STF.

Segundo o procurador-geral da República, Augusto Aras, o diálogo consistem em “conversa informal e privada”. 

“O Presidente da República manifestou sua perspectiva pessoal de que seria mais prudente ampliar o escopo da investigação, de forma que todo aquele que tivesse praticado alguma irregularidade, independentemente da unidade federativa ou da esfera de poder, pudesse ser responsabilizado”, declarou.

Aras afirma que “não se depreende qualquer vantagem, sobretudo indevida, ofertada (ou prometida) pelo Presidente da República ao Senador interlocutor”. 

- Advertisment -

Popular

Prazo para envio da Declaração do Imposto de Renda permanece sendo 31 de maio

Projeto de Lei nº 639, de 2021 foi vetado, mantendo o prazo de entrega da declaração e pagamento da primeira cota do imposto até...

STJ – No processo penal, suspensão do prazo de prescrição termina com efetiva citação do réu por carta rogatória

​​​​Ao interpretar o Código de Processo Penal (CPP), a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) estabeleceu que o termo final para a...

Antecipado pagamento do 13º salário para segurados e dependentes da Previdência Social

Beneficiários integram grupos mais vulneráveis à Covid-19 O Presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou decreto que antecipa o pagamento do 13º salário devido aos segurados...

Sancionada lei que cria formulário de avaliação de risco para mulheres vítimas de violência

Formulário será aplicado pela Polícia Civil no registro da ocorrência, ou pelo Ministério Público ou Poder Judiciário no primeiro atendimento à vítima de violência O...