35.1 C
Brasil
quinta-feira, junho 24, 2021
Início Justiça Oswaldo Eustáquio diz que foi torturado na penitenciária da Papuda

Oswaldo Eustáquio diz que foi torturado na penitenciária da Papuda

O jornalista Oswaldo Eustáquio afirmou ao MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) que foi torturado quando esteve preso no Centro de Detenção Provisória II (CDP II), no Complexo Penitenciário da Papuda. A fala ocorreu durante um evento virtual do MP e um trecho foi compartilhado pela mulher de Eustáquio, Sandra Terena, em seu perfil do Twitter nesta 2ª feira (24.mai.2021).

E é uma dor que eu não consigo expressar para o senhor, porque vai misturando a dor“, afirmou Eustáquio. Ele relatou que foi machucado em diversas partes do corpo e chegou a ser enforcado por um policial.

Assista ao relato de Oswaldo Eustáquio (1min8s):

O Poder360 tentou entrar em contato com a Seape e com o MPDFT sobre o caso, mas não obteve respostas até a publicação desta reportagem.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Receba a newsletter do Poder360

Responsável por um blog e um canal no YouTube com conteúdo favorável ao presidente Jair Bolsonaro, Eustáquio foi preso preventivamente em 18 de dezembro de 2020. Ele é investigado no inquérito que investiga o financiamento de atos com pautas contrárias ao Congresso Nacional e ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Eustáquio foi preso pela 1ª vez em 26 de junho. Na ocasião, a Polícia Federal disse ver risco de fuga do jornalista, uma vez que ele esteve antes na fronteira com o Paraguai. Mas ele foi solto em 6 de julho (dia em que venceu o prazo de sua prisão temporária), com a condição de não se comunicar com outros investigados, nem se aproximar da Praça dos Três Poderes ou das residências dos ministros do STF. Também não poderia sair de Brasília.

Voltou a ser preso em 18 de dezembro por ter descumprido a regra de permanência obrigatória no Distrito Federal. Logo depois de ser preso, Eustáquio caiu na cela e bateu com as costas no chão, segundo a Seape-DF (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Distrito Federal).

Na ocasião, ele foi levado ao Hospital de Base para fazer “exames mais detalhados” depois que recebeu os primeiros atendimentos na prisão. Uma ocorrência policial foi aberta e investigará o caso.

Em 27 de janeiro, o ministro do STF Alexandre de Moraes autorizou o jornalista Oswaldo Eustáquio a cumprir prisão domiciliar. Moraes exigiu o uso de tornozeleira eletrônica e proibiu o jornalista de receber visitas, acessar as redes sociais, e manter contato com outros investigados no inquérito das fake news.

- Advertisment -

Popular

MP junto ao TCU pede investigação sobre compra da Covaxin

O Ministério Público junto ao TCU (Tribunal de Contas da União) pediu nesta 5ª feira (24.jun.2021) a abertura de uma investigação para apurar suspeitas...

Ao vivo: STF julga ação que questiona trecho do Código Tributário

O STF (Supremo Tribunal Federal) retoma, nesta 4ª feira (23.jun.2021), julgamento para decidir se é constitucional trecho do Código Tributário que estabelece a preferência da União...

Fachin e Moraes votam para suspender convocação de governadores pela CPI

Os ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), acompanharam a ministra Rosa Weber e votaram nesta 5ª feira (24.jun.2021) para suspender...

Fachin vota para suspender convocação de governadores pela CPI da Covid

O Ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), acompanhou a ministra Rosa Weber e votou nesta 5ª feira (24.jun.2021) para suspender a convocação...