26.3 C
Brasil
domingo, junho 20, 2021
Início Justiça “Não quero prejudicar o policial”, diz ciclista negro após abordagem

“Não quero prejudicar o policial”, diz ciclista negro após abordagem

O eletricista Filipe Ferreira concedeu uma entrevista ao Fantástico, nesse domingo (30.mai.2021), em que fala sobre a abordagem policial em um parque na Cidade Ocidental, interior de Goiás.

Na última 6ª feira (28.mai), ele filmava manobras de bicicleta para postar nas redes sociais quando foi abordado e algemado. O vídeo, gravado por Filipe, mostra um dos policiais descendo do carro com a arma apontada, mandando aos gritos Filipe se virar e colocar a mão na cabeça.

“Não sei se foi racismo ou se foi abuso de autoridade mesmo ou se ele trata todas as pessoas daquela forma. Quis postar para me resguardar também, para que se acontecesse alguma coisa comigo, estava lá o que aconteceu”, afirmou Filipe. Ele disse que teve que assinar um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por desobediência depois da abordagem.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Receba a newsletter do Poder360

“Não quero prejudicar o policial, não tenho intenção de prejudicar ele. Espero que ele tenha atitude daqui para a frente melhor com as pessoas que ele for abordar”, disse Filipe à TV Globo.

Filipe tem um canal no YouTube e posta vídeos fazendo manobras de bicicleta. Na abordagem, os policiais pedem que ele desça da bicicleta. Filipe pergunta o motivo e ouve de um agente: “Porque eu estou mandando”. Logo em seguida, o policial aponta uma arma para o jovem.

O agente o manda ficar de costas e colocar as mãos na cabeça. Filipe, então, tira a camiseta para mostrar que não estava armado. Questionado por Filipe sobre a truculência da ação, o policial responde que é “o procedimento” e o manda colocar “a porra da mão na cabeça”. “Resiste para ver o que acontece contigo”, disse o PM.

O Ministério Público de Goiás vai investigar a abordagem da Polícia Militar. Em nota, o MP informou que “instaurou um procedimento para apuração dos fatos por meio de uma das promotorias de Cidade Ocidental que têm atribuição para atuar no controle externo da atividade policial”.

A PM informou que está apurando o ocorrido e que caso seja comprovado “qualquer tipo de excesso, as providências legais serão tomadas”. Poder360 tentou entrar em contato com Filipe, mas não teve resposta. Eis a íntegra da nota da PM (81KB).

Veja o vídeo (2min13seg):

- Advertisment -

Popular

Presidente da ANPR defende fim da recondução do PGR e mandatos maiores

O novo presidente da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República), Ubiratan Cazetta, diz ser contrário à recondução do Procurador-Geral da República ao cargo....

Presidentes da Câmara, Senado, STF e STJ lamentam mortes; Bolsonaro silencia

Os presidentes Arthur Lira (Câmara), Rodrigo Pacheco (Senado), Luiz Fux (STF) e Humberto Martins (STJ) publicaram notas, separadamente, lamentando as 500 mil mortes pela...

Bolsonaro diz ao STF que Leite faz má-gestão, mas nega ter o acusado de crime

Em resposta enviada ao STF (Supremo Tribunal Federal), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB),...

Fundo de investimento compra OAS por R$ 4,5 bilhões

A OAS, que foi uma das maiores empreiteiras do Brasil, foi vendida para um fundo de investimentos por R$ 4,5 bilhões. Os detalhes da...