27.1 C
Brasil
quinta-feira, abril 15, 2021
Início Justiça Gilmar manda recado a Fachin na 2ª Turma: “relator não é dono...

Gilmar manda recado a Fachin na 2ª Turma: “relator não é dono do processo”

Nesta 3ª feira (16.mar.2021), durante a sessão da 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal), o presidente do colegiado, ministro Gilmar Mendes, afirmou que “o relator não é o dono do processo” e não pode enviá-lo ao plenário, composto pelos 11 ministros, se o julgamento já foi iniciado por Turma do Supremo.

“O relator de um processo não é dono dele, não é proprietário dele, se não um mero mandatário que desde o primeiro momento exerce a atribuição de ordenar e dirigir o processo, sempre em nome do respectivo colegiado competente, que é como dito o seu juiz natural”, disse Gilmar.

A afirmação de Gilmar é feita poucos dias depois de o ministro Edson Fachin encaminhar para análise do plenário um recurso da PGR (Procuradoria Geral da República) contra a decisão de anular condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Os 2 ministros vivem embate velado depois que Fachin zerou as ações penais de Lula. É que no mesmo despacho, Fachin retirou a necessidade de que o Supremo discuta a suspeição de Sergio Moro em condenação no caso do tríplex do Guarujá (SP). Gilmar não aceitou a decisão e pautou o caso para o dia seguinte, na 2ª Turma, da qual é presidente. O debate foi interrompido por pedido de vista do ministro Nunes Marques. Não há data para ser retomado.

Antes de a discussão ser iniciada, no entanto, Fachin havia encaminhado uma questão de ordem ao presidente da Corte, ministro Luiz Fux, para que ele decidisse se havia necessidade de julgar o caso. A consulta, porém, segue pendente no andamento do processo no site do STF.

Gilmar sinalizou que não quer que o relator da Lava Jato acabe, eventualmente, por conseguir levar o debate sobre a suspeição de Moro para análise dos 11 ministros.

Assista (4min14seg) ao pronunciamento de Gilmar Mendes:

Assista (2h25min55seg) à sessão da 2ª Turma desta 3ª feira (16.mar):

Continuar lendo
- Advertisment -

Popular

Deputado Aliel Machado, do PSB, vai presidir comissão da PEC da 2ª Instância

O deputado Aliel Machado (PSB-PR) é o novo presidente da comissão especial da Câmara que discute a PEC (proposta de emenda à Constituição) que...

Laudos da Anvisa apontam ao menos 15 pontos críticos sobre vacina Sputnik V

Documentos internos da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) apontam pelo menos 15 pontos críticos que podem comprometer a qualidade, a segurança e a...

Câmara volta a discutir PEC da 2ª Instância e comissão terá novo presidente

A comissão especial da Câmara que discute a PEC (proposta de emenda à Constituição) 199 de 2019, que estabelece o início do cumprimento de...

Justiça manda Band Rio reduzir tempo cedido a igrejas na programação da TV

A Justiça Federal do Rio de Janeiro determinou que a TV Bandeirantes no Estado reduza o tempo cedido a instituições religiosas na programação. De...