26 C
Brasil
terça-feira, maio 18, 2021
Início Justiça Edson Fachin e Roberto Barroso são vacinados contra a covid-19

Edson Fachin e Roberto Barroso são vacinados contra a covid-19

Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), Edson Fachin e Roberto Barroso, já tomaram a 1ª dose do imunizante contra a covid-19. A informação foi confirmada pelo Poder360 nesta 3ª feira (27.abr.2021) com a assessoria do órgão. Não foram divulgadas informações como a fabricante da vacina, imagens e data da vacinação.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Receba a newsletter do Poder360

Com eles, 8 ministros da Corte já foram vacinados contra a covid-19. Em 20 de abril, o gabinete de ministra Cármen Lúcia confirmou que ela recebeu a vacina. Foi a 6ª magistrada imunizada.

Ainda faltam os mais jovens: Nunes Marques, Alexandre de Moraes e Dias Toffoli.

Vacinação obrigatória

Em 2020, o STF autorizou a obrigatoriedade da vacinação contra a covid-19. A votação foi realizada no plenário em 17 de dezembro.

Roberto Barroso, favorável à obrigatoriedade, foi o 1º a votar.

Os ministros, no entanto, concluíram que isso não pode ser feito por meio da força ou de constrangimento aos cidadãos. Podem ser aplicadas medidas restritivas a quem se recusar a receber a dose.

O presidente Jair Bolsonaro é contrário à vacinação obrigatória. “Ninguém pode obrigar ninguém a tomar a vacina. Se o cara não quer ser tratado, que não seja. Se não quero fazer quimioterapia e vou morrer, o problema é meu, pô”, disse em uma cerimônia de apoio ao setor produtivo em Porto Seguro (BA) no mesmo dia da votação no STF.

Segundo pesquisa PoderData, 54% dos brasileiros concordaram com a decisão da Corte.

- Advertisment -

Popular

Lewandowski nega pedido de “capitã cloroquina” para ficar em silêncio na CPI

O ministro Ricardo Lewandowski do STF (Supremo Tribunal Federal) negou, nesta 3ª feira (18.mai.2021), o pedido da secretária de Gestão do Trabalho e da...

TJCE altera seleção de classes e assuntos no E-Saj

Para seguir determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) alterou o Portal E-Saj para somente permitir a...

Nova portaria do TRT-18 altera etapas de retomada dos serviços presenciais em duas cidades do interior. Goiânia permanece na Etapa Laranja. Veja as cidades...

O presidente do TRT-18, desembargador Daniel Viana Júnior, assinou hoje (17/5) portaria que relaciona as etapas de retomada dos serviços presenciais vigentes em cada...

TRT-2 – Dispensa comunicada pelo empregador via whatsapp vale como prova da ruptura do contrato de trabalho

Decisão em 2º grau da Justiça do Trabalho de São Paulo confirmou como válida a dispensa de uma educadora de escola infantil feita por...