28.2 C
Brasil
quinta-feira, abril 22, 2021
Início Justiça Bolsonaro diz que STF dará uma “boa resposta” sobre abertura de igrejas

Bolsonaro diz que STF dará uma “boa resposta” sobre abertura de igrejas

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 4ª feira (7.abr.2021) que o STF (Supremo Tribunal Federal) dará uma “boa resposta” no julgamento a respeito da abertura ou não de templos e igrejas em meio à medidas restritivas de combate à pandemia de covid-19.

“Acredito que hoje o Supremo vai dar uma boa resposta no tocante da abertura de templos e igrejas”, afirmou no início de seu discurso durante o evento de posse novo diretor-geral de Itaipu Binacional, o general da reserva João Francisco Ferreira. Depois da declaração, ele convidou um bispo local para fazer uma prece quebrando o protocolo.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Receba a newsletter do Poder360

Enquanto a cerimônia era realizada em Foz do Iguaçu, no Paraná, o plenário do Supremo discutia se manterá a liminar (decisão provisória) do ministro Gilmar Mendes, que decidiu manter em vigor o decreto do governo de São Paulo que suspende a realização de cultos, missas e outros encontros religiosos no Estado. A decisão do magistrado foi tomada na 2ª feira (5.abr), em um processo movido pelo PSD, contra a determinação do governador João Doria.

O tema causa divergências na corte. No sábado (3.abr), o ministro Nunes Marques autorizou a realização de cultos e missas em todo o país. Na decisão, o magistrado determinou que Estados, municípios e o Distrito Federal não podem editar ou exigir o cumprimento de decretos que proíbam “completamente” celebrações religiosas presencias para evitar a disseminação da covid-19.

A discussão é realizada no pior momento da pandemia no país. Os dados mais recentes do Ministério da Saúde apontaram recorde de mortes por causa da doença na 3ª feira (6.abr): foram 4.195. Pelo menos 13.100.580 brasileiros foram diagnosticados com covid-19 e 336.947 morreram pela doença até as 17h30 da 3ª feira.

O presidente disse querer “minimizar o problema”, mas questionou: “Em qual país do mundo não morre gente? Infelizmente morre em tudo quanto é lugar”.

- Advertisment -

Popular

MP-RJ recorre decisão que anulou quebra de sigilo no caso das “rachadinhas”

O MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) recorreu na 4ª feira (21.abr.2021) contra a decisão do ministro Jorge Mussi, vice-presidente do...

STF decide que processos de Lula vão para Justiça Federal do DF

Por maioria de votos, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu, nesta 5ª feira (22.abr.2021), que os processos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva...

Ao vivo: STF retoma julgamento sobre anulação das condenações de Lula

O plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) continua, nesta 5ª feira (22.abr.2021) o julgamento que confirmou a anulação das condenações do ex-presidente Lula.Falta analisar um...

Receita Federal publica novas regras sobre documentos digitais

Instrução normativa dispõe sobre a entrega de documentos e a interação eletrônica em processos digitais e simplifica procedimentos. A Receita Federal publicou na última terça-feira...